Moscovo – dia 1

Chegada tranquila com temperatura a rondar os -1ºC. Muita burocracia e atraso na recolha das bagagens, como habitualmente acontece por estes lados. O transbordo para o hotel faz-se numa longa viagem de autocarro durante 45 minutos, aos quais se acrescenta mais meia-hora para check-in no hotel e preenchimento de mais papeís.O Holiday Inn é zeloso em termos de segurança: o acesso aos pisos é garantido unicamente com um cartão pessoal e é impossível aceder a outros que não sejam o do nosso quarto. Seguranças musculados vigiam todos os movimentos, incluindo o rodopiar constante das “damas de companhia”. Os rublos circulam também em igual velocidade e descrição.

Depois de enviado o serviço à estonteante velocidade de 56kb/s (valham-nos as 3 horas de diferença!) descemos para jantar. O room service é transferido para o bar do hotel, transformado numa tainada ao melhor estilo tuga. Acabamos a refeição às 2H30 locais e é preciso dormir depressa para a conferência do CSKA daqui a 6 horas. Mas a pança está cheia e o relógio biológico demasiado acelerado para ir já dormir. Uma volta ao quarteirão e directos para a cama que amanhã (leia-se daqui a bocado) é dia de trabalho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: